segunda-feira

Tristeza: milhares de pessoas acompanharam o velório das seis vítimas do acidente na BR 230; prefeito decretou luto oficial por três dias

O clima foi de comoção no velório coletivo que ocorreu na tarde desta segunda-feira (18) no Cemitério Parque Jardim da Paz, na cidade de Sousa, sertão da Paraíba. Os corpos de seis vítimas do acidente envolvendo dois carros na BR 230 em Patos, foram velados por parentes e amigos. 



A colisão foi registrada no domingo (17), e deixou sete vítimas fatais e uma ferida. Dois veículos foram envolvidos no acidente, um Polo com placas de Sousa e uma Mercedes com placas de Natal, estado do Rio Grande do Norte.



Em uma das salas estavam sendo velados o casal Ulisses Firmino Cesarino, 38 anos e Maria Thais Lopes Cesarino, 31 anos, além da filha, Gabriele Lopes Cesarino, 5 anos. Em outra sala estavam os corpos de Tereza Cristina Lira de Abrantes Vilhena, 31 anos, a filha Esther Abrantes Marques, 7 anos, e a mãe, Terezinha Lira Abrantes, 55 anos.

 

Após as cerimônias religiosas os corpos foram sepultados. O prefeito do município, André Gadelha decretou luto oficial de três dias.

O acidente
Um grave acidente foi registrado neste domingo (17), na BR 230, cidade de Patos, deixando sete vítimas fatais e uma ferida. Segundo informações do Corpo de Bombeiros de Patos, dois veículos foram envolvidos no acidente, um Polo com placas de Sousa e uma Mercedes com placas de Natal, estado do Rio Grande do Norte.

 
O Cabo Santiago, dos bombeiros de Patos informou que cada veículo estava ocupado por quatro passageiros, mas só um foi socorrido para o Hospital Regional de Patos com vida. Os demais ocupantes, entre elas duas criança morreram no local.
 

Três pessoas da mesma família, da cidade de Sousa foram a óbito e foram identificadas pelo casal Ulisses Firmino Cesarino, 38 anos e Maria Thais Lopes Cesarino, 31 anos, além da filha, Gabriele Lopes Cesarino, 5 anos


A família retornava de João Pessoa para Sousa e chovia no momento do acidente. A única vítima que sobreviveu viajava no Polo e foi identificada por Francisco de Sousa Pedrosa Neto, que deu entrada no Hospital Regional de Patos, mas devido a gravidade dos ferimentos será transferido para o Hospital de Emergência e Trauma, em Campina Grande. Ele ficou com líquido na cavidade abdominal, está consciente e não sabe da morte da família.


   

Outra família que viajava na Mercedes também da cidade de Sousa morreu. Tereza Cristina Lira de Abrantes Vilhena, 31 anos, seu companheiro Laércio Carneiro Vilhena, 63 anos, a filha Esther Abrantes Marques, 7 anos e a mãe, Terezinha Lira Abrantes, 55 anos. Tereza, Terezinha e Esther também eram da cidade de Sousa e retornava para João Pessoa.

A Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Samu estiveram no local. Amigos já deixam mensagens de luto e despedida nas redes sociais da família sousense. Ulisses trabalhava em um cartório da cidade e era estudante de Direito de faculdade da cidade de Cajazeiras.
 
FONTE: DIÁRIO DO SERTÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário