segunda-feira

Tarado teria sido estuprado inclusive depois de ter sido atendido no hospital.



O tarado e professor de jiu-jitsu Daryell Dickson Menezes Xavier, de 25 anos, que espancou e estuprou o enteado no fim de março em Taguatinga, cidade satélite de Brasília, provou do próprio veneno.

Tarado-e-família-
Após ocorrido, Daryell foi levado para o Hospital de Base de Brasília onde passou por uma cirurgia. Uma foto publicada na internet mostra o rapaz no hospital.

TARADO-É-ESTUPRADO-NA-PRISÃO-

ENTENDA O CASO

O lutador de jiu-jitsu é suspeito de abusar sexualmente e causar a morte de um bebê de um ano e 11 meses por traumatismo craniano. O homem era padrasto da criança. 

O menino foi internado no Hospital Anchieta, em Taguatinga, após ser vítima de uma suposta queda. Servidores do hospital, no entanto, acionaram a polícia após constatarem que os ferimentos não eram compatíveis com os de uma queda. Miguel Estrêla morreu no hospital, no último sábado (29/3).

Segundo a mãe da criança, Gabrielle Estrela, o padrasto permaneceu durante todo o tempo de internação do menino ao lado de sua família.

FONTE: RADAR 190 

Nenhum comentário:

Postar um comentário