terça-feira

Há quase um ano sem desvendar assassinato da menina que foi arremessada na BR

Há quase um ano sem desvendar assassinato da filha, mãe de adolescente da região de Bonito de Santa Fé. chora e faz apelo dramático.





Há quase um ano da morte da adolescente Katherine Galdino, de 17 anos, a mãe da menor, a dona de casa, Silvânia Galdino procurou a reportagem da TV Diário do Sertão nesta segunda-feira (14), para apelar por justiça.

A jovem que é natural de Bonito de Santa Fé, região de Cajazeiras foi arremessada do carro em movimento em 21 de abril, passou 22 dias internada, mas não resistiu e faleceu em 13 de maio.
Silvânia Galdino informou que o caso da jovem está parado, pois três delegadas já assumiram o caso e não houve andamento. “Está muito parado ainda”

A mãe declarou que teve muito apoio do governador Ricardo Coutinho, mas fica triste porque não foi desvendado o crime.

A mulher relatou muito emocionada que sofre muito com a partida prematura de Katherine Galdino. “Minha filha saiu para comprar uma passagem para voltar pra casa e infelizmente não deu para chegar ao seu destino”.

Ela disse que viaja sempre a João Pessoa para acompanhar o caso, mas as autoridades alegam ser um grande mistério. “Quero que o culpado seja punido por isso”.
----------------------------------------------------------------------------
A mãe da jovem apelou para o secretário de Segurança Pública da Paraíba ter mais atenção ao caso da sertaneja e informou ter provas que a placa do carro é conhecida pela polícia.

“Não tenho medo de dizer nada porque se morrer hoje ou amanhã não faz diferença depois que perdi minha filha, que era um pedaço de mim”. Disse emocionada Silvânia Galdino revelou chorando que a filha não foi violentada, mas é doloroso saber que a adolescente morreu de forma trágica. “Quero saber realmente o que aconteceu para aliviar meu coração”

Nenhum comentário:

Postar um comentário