sábado

Terrorismo das Picadas na Grande João Pessoa - PARAÍBA

Já se tornou uma piada de mal gosto, essa história dos homossexuais andarem com seringas com sangue contaminado do vírus HIV picando as pessoas. 



É uma "conversadeira da gota" muita gente andam assustadas no ônibus e ruas, pois acham que aquele que está ao seu lado, seja um carimbador, e se fosse uma carimbadora? Vocês acham que só quem tem aids e Gay? Hoje no mundo, a maioria dos contaminados são heterossexuais(homens machos). Portanto tem muitos se aproveitando desse artificio, inclusive para roubar. Pessoal, quero adiantar que o sangue contaminado com vírus ele só vive 10 minutos, então não daria tempo a pessoa, andar com uma seringa cheia de sangue por aí, contaminando alguém. Mesmo que se acontecesse, você teria 48h para procurar hospitais de referências e postos de saúde para fazerem o teste rápido, e começarem a tomar um coquetel. Então vamos deixar de "lenga lenga" sabemos, que a Paraíba tem mais de sete mil casos de aids, mas continuo sem acreditar nessa história. Acredito na contaminação de grupos que se reúnem, para se drogarem e usam as mesmas seringas contaminadas. Você só é considerada(o) soropositiva(o) quando faz dois exames além do teste rápido, que apresenta um percentual de contaminação, alem dos testes Elisa, o mais realizado para diagnosticar a doença. Nele, profissionais de laboratório buscam por anticorpos contra o HIV no sangue do paciente. Se uma amostra não apresentar nenhum anticorpo, o resultado negativo é fornecido para o paciente. Caso seja detectado algum anticorpo anti-HIV no sangue, é necessária a realização de outro teste adicional, o teste confirmatório. São usados como testes confirmatórios, o Western Blot, o Teste de Imunofluorescência indireta para o HIV-1 e o imunoblot. Isso porque, algumas vezes, os exames podem dar resultados falso-positivos em consequência de algumas doenças, como artrite reumatoide, doença autoimune e alguns tipos de câncer. 

autora: Angelita Lucas

Nenhum comentário:

Postar um comentário