domingo

Magno Malta pastor/Senador discursa contra a PL122 e chama a atenção dos evangélicos

O pastor/Senador Magno Malta(PR/ES), presidente da Frente Parlamentar Mista da Família Brasileira num discurso inflamado logo após o projeto de lei PL 122 ter sido retirado de pauta de votação condenou o projeto e manda um recado/orientação aos eleitores no final do vídeo. Confira, assista e comente…

O discurso do Senador no dia 20/11 foi logo após a Bancada Evangélica, a Comissão Católicas e lideranças do Brasil que numa força conjunta retirou de pauta o Projeto de Lei PL 122 para ser mais debatido por apresentar alguns pontos que estão em desacordo.

Magno Malta senador capixaba condenou veementemente o Projeto de Lei e ressaltou que o projeto pretende criar uma categoria de privilégios aos homossexuais, tornando os heterossexuais em exceção: “Senhor presidente, o grande drama de tudo isso, é que no relatório do senador Paim, ele incluiu nos mesmos direitos quem tem o portador de deficiência, o negro, o índio,o idoso…Ninguém faz opção para ser idoso. Ninguém faz opção pra ser deficiente físico. Ninguém faz opção para nascer índio, pra ser negro, pra ser branco. Você nasce. Agora, homossexualismo é opção. Não dá para misturar alhos com bugalhos”. protestou.

Afirmou que o texto substitutivo do PL 122 que foi retirado era tão ruim quanto o projeto inicial: O senador Paim(foto) fez todo um esforço - eu reconheço o esforço dele – mas o texto não agrada ninguém, e absolutamente ficou muito ruim. Uma anomalia, disse o senador, e explicou, anomalia é tudo aquilo que não tem cabeça, uma mula-sem-cabeça. É um texto ruim, apesar do esforço do senador Paim. Ele conseguiu banir a palavra “homofobia” que tem sido banalizada nesse país, e aqueles que não comungam, mas respeitam, mesmo assim são criminosos e qualquer gesto é um gesto homofóbico, sendo que nós não temos a tipificação dessa palavra no Código Penal e precisamos ter. O debate aqui, de um texto como esse, só pode ser feito a partir da tipificação da palavra homofobia. Esse PL vem rodando e debatendo, por uma minoria que grita tão alto que parece que eles são maioria”



No final da sua fala o Senador Magno Malta chama a atenção dos evangélicos, dos católicos que votam e votaram em candidatos que hoje estão fazendo enfrentamento as muralhas que poem de pé a moralidade dizendo:

“Quero chamar a atenção da famílias do Brasil que estão me ouvindo, que estão me vendo, que estão nas redes sociais e que estão postando. Preste atenção nos políticos que se levantam,senador Mario Couto, e se arvora contra valores de família, preste atenção neles, pois nós não podemos dar o voto a eles lá na nossa base e eles chegarem aqui e tentarem destruir valores de família.



Preste atenção Brasil, preste atenção meu povo, preste atenção nesses políticos. Um deputado estadual ou federal você não pode nem cobrar do cara, dizer que votou nele e ele não tem nem direito de acreditar em você, mas eleição majoritária, aqui não tem nenhum senador que vem para essa casa sem voto de evangélico. Atenção povo evangélico do Brasil, preste atenção nessa criaturas.



Aqui não tem ninguém que veio para cá sem o voto do católico, vossa excelência eu conheço,os evangélicos do Rio Grande do Norte votaram em vossa excelência, os católicos votaram, por causa de que, não por causa de confissão de fé, mas por causa da sua idoneidade, seu procedimento na vida pública. E eu conheço muito bem, pois vossa excelência sabe muito bem que sou frequentador do estado e tenho lá meus amigos e meus irmãos naquele estado, por causa do seu procedimento. O povo evangélico votou em Rollemberg os católicos votaram nele, votou em Mário Couto, os católicos e evangélicos principalmente do Piaui todos votaram e Wellington Dias. O senhor espera que repete, vai repetir. Mas não se meta com esse negócio de homofobia não que eles não vão repetir.



E vossa excelência fez muito certo ter tomado esta posição. Mas a sua é de família não por causa de religião e pela sua própria crença nos princípios de Deus. Então nós vamos fazer uma cruzada nesse país. Atenção ministros de direitos humanos, atenção liderança de governo, estes cidadãos que estão no parlamento com nosso voto e fazendo enfrentamento as muralhas que poem de pé a moralidade, e a moralidade que eles pregam hoje não é nada menos, nada mais do a velha imoralidade” – finalizou.

Fonte: Infor Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário