quarta-feira

Rick Warren volta a ministrar após quatro meses da morte de seu filho

O pastor Rick Warren voltou a participar dos cultos na sede da Saddleback Church, localizada no estado da Califórnia, Estados Unidos. Nos últimos quatro meses o pastor esteve afastado dos trabalhos da denominação por conta da morte de seu filho, Matthew, de 27 anos, que suicidou no dia 5 de abril.
O retorno do pastor aconteceu no culto do dia 27 de julho e os fiéis receberam o casal Rick e Kay Warren com muitas palmas e gritos de “nós te amamos”. Em reposta o pastor, que vestia uma camiseta preta e jeans, sorriu dizendo “eu também amo vocês”.
O sermão daquele domingo teve como tema “Como atravessar o que você está passando” e Rick Warren falou sobre a dor de perder um filho comparando com a dor de Deus que entregou Jesus Cristo para morrer pela humanidade.
“Deus sabe o que é perder um filho”, disse. Por muitas vezes o pastor precisou conter as lágrimas e até fez agradecimentos aos seus outros dois filhos, Amy e Josh, que sempre amaram o irmão mais novo que tinha problemas mentais. “Eles são realmente meus heróis”.
Warren confessou que o suicídio de seu filho caçula o fez entrar em estado de choque e que o apoio da família espiritual, no caso os fiéis da igreja, foi importante para ajudá-lo a se recuperar.
O jovem Matthew estava depressivo e acabou tirando sua própria vida usando uma arma. “Por 27 anos eu orava todos os dias da minha vida para Deus curar a doença mental do meu filho”, afirmou o pastor que comentou que o suicídio aconteceu em uma “onda momentânea de desespero”.
A pregação que marcou o retorno do fundador da Saddleback mostrou aos fiéis que é possível transformar a dor em uma mensagem de esperança. “Deus quer levar a sua maior tristeza e transformá-la na maior mensagem da sua vida”, disse Warren.
Fonte: Gospel Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário