quarta-feira

Pastor Marcos é julgado nesta segunda por crime cometido em 2006

Está confirmada para a tarde desta segunda-feira (1º), a audiência de instrução e julgamento do pastor Marcos Pereira, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, preso desde maio, suspeito de estuprar fiéis na própria igreja. A audiência será realizada na 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. No processo, o pastor é suspeito de atentado violento ao pudor por ter abusado sexualmente e com violência de uma seguidora da igreja, em 2006.
No dia 9 de maio, o Ministério Público do Rio (MP-RJ) denunciou Marcos Pereira por dois estupros. Ele foi preso dois dias antes, suspeito de ter abusado sexualmente de seis fiéis. Ele está no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio.
Marcos Pereira também é investigado por homicídio, associação ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Trinta pessoas prestaram depoimento contra o pastor. Segundo um ex-braço direito do religioso, certa vez, o pastor obrigou o amigo a guardar mochilas com aproximadamente R$ 400 mil em sua casa.
Segundo a polícia, o suspeito dizia às mulheres que elas estavam "possuídas" e que só iriam se livrar do "mal" caso tivessem relação sexual com um religioso. Entre as vítimas está uma jovem que disse ter sido estuprada dos 14 aos 22 anos.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário