domingo

Reflita esse amor de ser mãe Parabens mamães de todo o mundo!

Mulheres! Mulheres! Mulheres! Esse amor vai se transformar.
Moms! Moms! Moms! Este é o dom que Deus faz.
Entre bolas e bandas mil sonhos em seu coração.
Para uma criança que nasce como muitas alegrias e tristezas.
 
Donne ! Donne ! Donne ! Che l'amore trasformerà. 
Mamme ! Mamme ! Mamme ! Questo è il dono che Dio vi fa. 
Tra batuffoli e fasce mille sogni nel cuor. 
Per un bimbo che nasce quante gioie e dolor.

Mamme ! Mamme ! Mamme ! Quante pene l'amor vi da. 
Ieri, oggi, sempre, per voi mamme non c'è pietà. 
Ogni vostro bambino, quando un uomo sarà, 
verso il proprio destino, senza voi se ne andrà !

Son tutte belle le mamme del mondo 
quando un bambino si stringono al cuor.

Son le bellezze di un bene profondo 
fatto di sogni, rinunce ed amor.

È tanto bello quel volto di donna 
che veglia un bimbo e riposo non ha; 
sembra l'immagine d'una Madonna, 
sembra l'immagine della bontà.

E gli anni passano, i bimbi crescono, 
le mamme imbiancano; ma non sfiorirà la loro beltà !

Son tutte belle le mamme del mondo 
grandi tesori di luce e bontà, 
che custodiscono un bene profondo, 
il più sincero dell'umanità.

Son tutte belle le mamme del mondo ma, 
sopra tutte, più bella tu sei; 
tu, che m'hai dato il tuo bene profondo 
e sei la Mamma dei bimbi miei.

Tutte Le Mamme di Gino Latilla:
 
Moms! Moms! Moms! Bem como muitos de pênis dá.
Ontem, hoje e sempre, não há misericórdia para vocês, mães.
Cada um de seu filho, quando um homem vai,
para o seu próprio destino, sem você ela vai!
 
 

Elas são todas lindas as mães do mundo
quando uma criança apertar o coração.

Eu sou a beleza de um poço profundo
dos sonhos, amor e sacrifício.

É tão bonito que o rosto de mulher
que assiste a uma criança e não tem descanso;
parece ser a imagem de uma Madonna,
parece ser a imagem de Deus.

E os anos passam, os filhos crescem,
moms clareamento, mas não sfiorirà sua beleza!

Elas são todas lindas as mães do mundo
grandes tesouros de luz e bondade,
que detêm um poço profundo,
a humanidade mais sincero.

Elas são todas lindas as mães do mundo, mas
acima de tudo, o mais bonito você é;
você, você me deu seu poço profundo
e você é a mãe dos meus filhos.

Todas as mães Gino Latilla:

Nenhum comentário:

Postar um comentário