quinta-feira

Suposto "pastor" prometia purificação em troca de sexo, diz polícia no AM

Um homem de 23 anos foi preso suspeito de fingir ser missionário para abusar sexualmente de adolescentes. Segundo a polícia, ele alegava ter o poder de purificar meninas que não eram mais virgens caso fizessem sexo com ele. A prisão aconteceu na terça-feira (19) no município de Apuí, localizado a 543km de Manaus

 
O suspeito é apontado como responsável por abusar sexualmente de duas irmãs de 18 e 14 anos. O crime foi denunciado pela mãe das vítimas, que informou ainda que o suposto pastor estaria aliciando várias garotas da cidade.
 
Segundo informações da Polícia Civil do Estado do Amazonas, o homem prometia purificar as meninas que não fossem mais virgens se elas aceitassem manter relações sexuais com ele. Com a denúncia em mãos, o delegado titular do 71º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Robson James dos Reis Silva, saiu em busca do suspeito. De acordo com o delegado, o homem já havia sido preso pelo mesmo crime em Sena Madureira, município do Acre, mas foi solto por falta de provas.
 
A polícia informou ainda que o homem inicialmente alegava inocência. No entanto, segundo a corporação, ele confessou o crime após algumas horas de depoimento.
 
O suposto missionário deverá ser indiciado por abuso sexual e tentativa de estupro de vulnerável. O delegado informou ainda que as investigações continuam. "Já descobrimos outras nove meninas que afirmaram terem sido aliciadas pelo homem", completou.
 
Fonte: G1 / webradiocasc.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário