quarta-feira

Ex-evangélica de 18 anos quer leiloar virgindade para pagar tratamento da mãe vítima de AVC

"Tive a ideia quando me vi num beco sem saída. Já tinha tentado de tudo para ajudar minha mãe". Essa é a justificativa de Rebeka Bernardo Albertony, 18 anos, para ter dado início, na última quinta-feira, ao mais novo leilão de virgindade da internet, temporariamente suspenso

A garota, ex-frequentadora da igreja evangélica Assembleia de Deus, vive em Sapeaçu, a 150 km de Salvador (BA), e diz que precisa do dinheiro para cuidar da mãe (cujo nome prefere não revelar), uma viúva de 59 anos vítima de dois acidentes vasculares cerebrais (AVC) que deixaram várias sequelas, como dificuldades para se locomover, falar e se alimentar. Rebeka falou na manhã desta terça-feira e garantiu. "Pode ser que eu retome o leilão nos próximos dias."
 
O vídeo em que Rebeka oferece a própria virgindade em troca do maior lance tem apenas 45 segundos, dentro dos quais ela faz questão de frisar que não tem fantasias e que este é apenas um negócio. Segundo ela, um vereador de Salvador, que não se identificou, ofereceu R$ 35 mil pelo "prêmio". Além dele, um empresário, também da capital, teria feito uma aposta de R$ 70 mil. A suspensão do leilão aconteceu ontem, segundo ela, porque uma emissora de TV prometeu buscar pessoas que pudessem ajudar a família financeiramente.
 
"Eles disseram que iam me ligar assim que tivessem alguma coisa, mas ainda não entraram em contato comigo. Se não der certo, vou ter que retomar o leilão", avisa.
 
Depois de conhecer a história da catarinense Catarina Migliorini, 20 anos, que leiloou a virgindade por US$ 780 mil, como parte de um projeto cinematográfico, a paulista radicada no interior baiano pensou que seria uma boa ideia.
 
"Já tinha distribuído currículos em todos os lugares e até feito um vídeo para o Big Brother. Foi minha última opção para ajudar minha mãe, que também não pode ficar sozinha", explica. A decisão demorou três semanas para ser tomada. Ela conta que conversou apenas com um colega, o mesmo que gravou o vídeo. "Ele me aconselhou a não fazer, porque a cidade é muito pequena e o pessoal ia falar muito, mas eu decidi fazer e ele me ajudou", conta.
 
 
De fato, a repercussão do material na cidade onde a jovem vive com a mãe não foi boa. Além das críticas, ela achou por bem deixar de ir à escola pelo menos nos próximos dias, por causa dos ataques dos colegas. O vídeo original está fora do ar, mas já há dezenas de cópias circulando na web com comentários de apoio, mas também duras críticas.
 
 
Rebeka Albertony não é mais evangélica, mas a mãe continua seguindo a religião, apesar de não frequentar a igreja por causa dos problemas de saúde. Também por isso, a senhora se chocou quando soube da empreitada da filha.
 
 
"Ela ficou muito preocupada com o que as pessoas poderiam fazer comigo. Não está me apoiando, porque é contra os valores dela, mas pelo menos está aceitando a minha decisão", conta a garota. Ainda segundo ela, são os membros da igreja que ajudam as duas com dinheiro e na divisão dos cuidados em casa. "O pessoal do salão é meu braço direito", diz.
Fonte: Surgiu / webradiocasc.com.br

Magno Malta visita missionários presos no Senegal

Os missionários, José Dilson da Silva e Zeneide Novaes, receberam a visita do senador Magno Malta acompanhado dos deputados federais, Paulo Freire e Roberta Fonseca. A comitiva esteve na carceragem de Mbour, na África para ouvir a versão dos missionários presbiterianos sobre as acusações que mantem ambos presos.

 
 
 
José Dilson e Zeneide Novaes estão presos no Senegal há 15 dias sob acusação de recolher menores de ruas sem autorização do governo do Senegal. Eles foram presos no final de outubro por estarem evangelizando crianças muçulmanas.
 
 
Os missionários são membros do projeto assistencial Obadias, que retira menores de ruas em total estado de pobreza. Por telefone, Malta revelou que não há nenhum crime que possa manter os brasileiros presos, mas uma negligência do advogado que não registrou devidamente o estatuto do projeto evangélico na África.
“É difícil segurar lagrimas. São inocentes presos no cumprimento de uma nobre missão de paz”, disse Magno.
 
 
Pastor José Dilson e a missionária Zeneide foram ouvidos na presença do diretor do presídio. Ambos negaram o ter convertido um menor de idade ao cristianismo. “Com absoluta certeza, a questão religiosa é o motivo principal da prisão, já que a denúncia foi feita por um pai mulçumano”, explicou Magno.
 
 
Senador Malta também ficou estarrecido com as condições do presídio de Thiés, que tem capacidade para 400 presos e tem mais de 1200.
 
 
“Trata-se de uma crise política religiosa entre os Brasil e Senegal, mas a comitiva brasileira não deve colocar mais lenha na fogueira e buscar esperança no parlamento que será visitado nesta sexta-feira. A comoção entre os cristão em todo o mundo é grande e temos a responsabilidade de tirar os acusados da cadeia”, finalizou Magno Malta.
 
 
Fonte: Gospel Prime / webradiocasc.com.br

Banda gospel Diante do Trono faz especial de fim de ano em Vitória

A banda gospel Diante do Trono realiza uma apresentação especial de fim de ano em Vitória, no próximo mês. O show acontece no dia 29 de dezembro, no Ginásio do Álvares Cabral. A abertura do evento fica por conta do Ministério em Tua Presença e da cantora capixaba Liége Salvação. De acordo com a organização do evento, mais de oito mil pessoas são esperadas para o show.

 
 
 
O grupo, comandando pela cantora Ana Paula Valadão, vai tocar sucessos como "Toma o Teu Lugar", "Canta A Minha Alma", "Grande Deus", "Casa de Oração" e "O Vencedor". Outros clássicos do Ministério, como as músicas "Me Ama", "Príncipe da Paz" e "Canção do Apocalipse" também serão apresentadas.
saiba mais
 
 
Serviço 
Show especial de Fim de Ano - Diante do Trono
Quando: Dia 29 de dezembro. Abertura dos portões será às 17h. O primeiro show será às 19h
Onde: Ginásio do Álvares Cabral, em Vitória.
Ingressos: disponíveis nas lojas Billabong, Focas, Players, Nutricenter e Malibu. Para a arquibancada, o segundo lote sai a R$35. Na área VIP, sai a R$50. Informações: (27) 8151-1275
 
 
Fonte: G1 /webradiocasc.com.br

sábado

SEJA PARCEIRO DO CASC-PB E AJUDE A QUEM TEM FOME, BANDA TRIBUTAI E PARCEIRO PARA AJUDAR FAMILIAS CARENTES

O CASC-PB E A BANDA TRIBUTAI QUE TEM SEU LIDER O CANTOR E COMPOSITOR MARCELLO AUGUSTO, FAZ PARCERIA PARA AJUDAR AS FAMILIAS CARENTES E EM ESTADO DE CALAMIDADE PUBLICA.



A Banda Tributai que tem a frente da banda o Irmão Marcello Augusto como sendo o lider, cantor e compositor ele se destaca por amor que tem as almas alcançadas pelo louvor, a banda se apresenta em todos os estados, ultimamente eles estiveram em MACEIO- AL e PETROLINA-PE, louvando e adorando a DEUS! veja as fotos;






Os Fieis louvaram e dançaram ao som da BANDA TRIBUTAI e voce também pode contactar a banda PARA SE APRESENTAR EM SUA IGREJA NA SUA CIDADE PELO TEL. (61) 8192-2526 / (83) 3222-3758.

VOCE CONTACTANDO A BANDA TRIBUTAI VOCE ESTARÁ AJUDANDO O CASC-PB SE VOCE PREFERIR PODE AJUDAR DOANDO 1 KL DE ALIMENTO OU DEPOSITANDO QUALQUER OFERTA NA CONTA JURIDICA DA INSTITUIÇÃO AGENCIA 1635-7 CONTA CORRENTE 38.504-2 BANCO DO BRASIL S/A. SUA OFERTA SERÁ DESTINADA A PROJETOS SOCIAS.

fonte: webradiocasc.com.br

sexta-feira

José - De Escravo a Governador é nova minissérie da Record

O relógio mal tinha marcado sete horas da manhã quando Caio Junqueira, Vitor Hugo, Guilherme Winter, Felipe Cardoso, entre outros atores da minissérie José – De Escravo a Governador, já estavam quase prontos para enfrentar mais um dia de gravação sob o sol forte do Rio de Janeiro.
 
 
O local da externa era um campo de terra vermelha batida e quente. Por três dias a produção precisou cancelar as sequências por conta das chuvas, e, quando o sol resolver firmar e secar o lamaçal, foi hora de arregaçar as mangas e enfrentar horas e horas de gravação.
 
O R7 acompanhou o dia de externa junto com os atores que interpretam os irmãos de José, vivido por Ricky Tavares na fase jovem, e pode garantir que sobra disposição, talento e protetor solar no grupo.
 
As sequências gravadas na locação são o ponto de partida da história de José. Foi no Campo de Dotã que seus irmãos o venderam para um mercador que estava de passagem para o Egito. Hamsa Wood, diretor de cena e um dos braços direitos de Avancini, falou com o R7 sobre as dificuldades de uma externa como esta. No dia, ele contou com a ajuda da assistente de direção Michele Lavalle.
 
— Aqui você não tem o ambiente controlado que tem no estúdio. Passou um avião, você para. Choveu, você para. A luz mudou, você para... As adversidades são muito maiores. Por outro lado, as possibilidades de enquadramento, de criação, são muito maiores. Eu prefiro fazer externa, eu prefiro encarar o desafio, porque eu acho mais gratificante no final.
 
Para se ter uma ideia da trabalheira, o elenco precisou de duas equipes de produção (incluindo arte, cabelo,maquiagem...) para dar conta do dia todo de gravação. Na parte da manhã, a coordenadora de produção do dia, Fabíola Rodrigues, junto com o assistente de produção Thiago Arraes arregaçaram as mangas para dar suporte para a direção.
 
Segundo a produção, foram mais ou menos 230 pessoas envolvidas na operação, incluindo câmeras, seguranças, motoristas, camareiros e etc. O volume de material carregado impressiona. É preciso contar com o que está planejado para ser usado em cena e com o que não está também.
 
Depois da pausa para o almoço, o coordenador Luizinho Santos e a assistente de produção Andréia Pimentel assumiram o posto. Até o trânsito do local precisa ser controlado para que o barulho de carros não atrapalhe na hora do “gravando”.
 
 
Mais de 230 pessoas participaram da externa (Foto: Nina Ramos/R7)
 
Entre uma cena e outra, o elenco se hidrata com isotônicos, água, come uma fruta e ri com a equipe. A descontração, apesar do forte calor, toma conta e deixa o ambiente leve. Hamsa fez questão de frisar que a conexão entre os atores escalados para viverem os irmãos de José foi certeira.
 
— As personalidades deles e a forma com o que eles se interagem é incrível. Isso também tem muito do laboratório que a gente fez com o Sérgio Penna. Isso dá uma vivência muito grande. As pessoas chegam no set mergulhadas no personagem, conhecendo cada detalhe, e com tudo aquilo que está nas entrelinhas. Muitas vezes, aquilo que não é dito é mais importante do que o é dito. Isso você só consegue com ensaio e com processo de imersão no personagem. Assim, você desenvolve que o personagem seja orgânico.
 
Hamsa, que trabalha em parceria com Avancini há anos, ainda elogiou a trama. Para ele, o público irá se encantar com uma das histórias mais bonitas da Bíblia.
 
— É uma trama até pequena em Gênesis, mas com uma complexidade muito grande. E ela desencadeia uma série de eventos muito importante para o povo hebreu. A história em si de José e seus irmãos é muito marcada por problemas familiares, como inveja e vingança, mas todas culminam em momentos de reflexão, perdão e redenção.
 
Clique aqui e confira galeria de fotos dos bastidores da externa de José. E fique ligado! Em janeiro, a minissérie estreia na tela da Record.
 
Fonte: Rondônia Dinamica / webradiocasc.com.br

CASC-PB HOMENAGEARA DIRETORES DOS PRESIDIOS DE JOÃO PESSOA-PB

O CASC-PB NA PESSOA DE SEU REPRESENTANTE LEGAL, PR WASHINGTON ALENCAR HOMENAGEARA OS DIRETORES DO PRESIDIOS PELA RESSOCIALIZAÇÃO E A BOA GESTÃO NOS ERGASTULO PENAIS.


O Pr. Washington Alencar na sua função de presidente do CASC-PB, Instituição não governamental, pessoa juridica, sen fins lucrativos, que auxilia no ambito Social, Juridico, Ondotologo e etc. as familias dos apenados do Estado da Paraiba, homenagera o direção do Presidio Des. Floscolo da Nobrega o Sr. Josenildo Porto Wanderley e adjuntos, Presidio de Segurança Media Juiz Hitler cantalice, o Sr. João Paulo e adjunto, Presidio Regional de Sapé, o Sr. Silva Neto, Presidio de Seguraça Maxima Des. Silvio Porto Josinaldo da Cunha Lima, Presidio Feminino Julia Maranhão a Sr. (a) Cinthya Almeida, pela ressocialização e a boa gestão dentro dos ergastulos penais de João Pessoa - PB.


Foi convidados autoridades do poder Judiciario tais como o Juiz das Execuções Penais  de João Pessoa - PB, Dr. Carlos Neves o Diretor da ordem dos Advogados Dr. Odom Bezerra, da secretaria de administração penitenciaria a Gerente Executiva de Ressocialização Dr(a) Zioelma albuquerque entres outras autoridades...

Todos os homenageados neste dia recebrá o DIPLOMA DE HONRA AO MERITO.

Dia: 26 de novembro de 2012 
Local: Forun Criminal ( Av. João Machado, s/n - centro )  
Horario: 14:00hs


CONVIDAMOS A TODOS E A TODAS, para esta presentes nesta solenidade publica.


Pr Washington Alencar.
Presidente Executivo do CASC-PB 

fonte: webradiocasc.com.br

domingo

O CASC-PB LANÇA CAMPANHA SOLIDARIA PARA ARRECARDAR ALIMENTOS NATAL SEM FOME

O CASC-PB CENTRO DE AÇÃO SOCIAL E COMUNITARIO ACADEMIA ESPERANÇA DO ESTADO DA PARAIBA, LANÇA MAIS UMA DE SUAS CAMPANHAS PARA ARRECARDA ALIMENTO, PARA BENEFICIAR FAMILIAS CARENTES EM ESTADO DE CALAMIDADE PUBLICA.


Precisamos de sua ajuda, ajude quem tem fome doe 1 kl de alimento não perecivel para ajudar familias carentes em estado de calamidade publica, entre em contato pelo tel ( 83 ) 3241-9647 fala com fernanda, ou voce pode depositar qualquer valor na conta juridica da Instituição, mais faça sua parte faça sua doação!

fonte: webradiocasc.com.br

sábado

Pastor compra CD de Mara Maravilha, mas disco toca piadas picantes para fiéis

O pastor evangélico Vagner Neiva comprou um CD que seria da cantora Mara Maravilha, mas o que foi ouvido pelos fiéis no culto foram piadas do humorista Ary Toledo. Por conta do episódio, os desembargadores da 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, em decisão unânime, condenaram a empresa NovoDisc Mídia Digital da Amazônia a pagar R$ 2 mil de indenização, por danos morais.
 
 
Segundo o TJ, o pastor deixou para escutar o CD somente no momento do louvor na igreja. Quando determinou ao responsável pelo som que colocasse a música, o que ouviram foram piadas e histórias picantes, recheadas de palavrões, do comediante Ary Toledo. A ação de rito sumário foi proposta pelo pastor Vagner contra a Record Produções e Gravações, a NovoDisc e a Bazar Gospel Água Viva.
 
 
Segundo a relatora da decisão, desembargadora Ana Maria Pereira de Oliveira, a relação jurídica existente entre as partes é de consumo, com evidente falha na prestação do serviço. “ Tendo sido constatado vício no produto e tendo identificado o fabricante, deve ser a condenação imposta somente à NovoDisc”, explicou a magistrada.
 
 
Na decisão, a relatora manteve a devolução do valor de R$ 16,60 que o pastor pagou pelo CD da cantora Mara Maravilha, e determinou a reparação dos danos morais. O pastou havia pedido R$ 22 mil de indenização, mas a desembargadora reduziu o montante. “ Este valor deve ser fixado com moderação condizente com a repercussão dos fatos”. Segundo ela, ficou comprovado pelo depoimento de uma testemunha que o período de reprodução do CD de piadas foi curto e que não houve abalo na imagem do autor perante os fiéis. Ainda cabe recurso da decisão.
Fonte: Cenário MT / webradiocasc.com.br