segunda-feira

Marcha para Jesus 2012 em São Paulo, confira tudo o que aconteceu



Nesse sábado (14) aconteceu em São Paulo a 20ª edição da Marcha para Jesus. Esse ano o tema da Marcha foi “Reinando com Cristo”. Organizado pela igreja Renascer em Cristo, o evento reuniu cristãos de diversas igrejas de São Paulo, e também de outros estados e países que, segundo a organização, se mobilizaram e cerca de mil caravanas para participar da Marcha.
Com a participação de pastores, líderes evangélicos, cantores e políticos, o evento reuniu uma multidão de evangélicos que marcharam pelas avenidas de São Paulo.
Esta é a primeira vez que a marcha não ocorre no feriado de Corpus Christi, em junho. A mudança ocorreu após uma negociação entre a prefeitura e os organizadores para que o evento não tivesse a mesma data da Parada Gay e para que ocorresse durante o recesso escolar.
A Igreja Renascer, organizadora da marcha, informou que o número de presentes ficou entre 5 milhões e 6 milhões de pessoas, muitas provenientes de outros estados e países, e que se mobilizaram cerca de 1 mil caravanas de ônibus e automóveis. De acordo com a Polícia Militar, o evento reuniu cerca de 1 milhão de pessoas. Cerca de 2 mil ônibus foram alocados em bolsão reservado pela CET – Companhia de Engenharia de Tráfego.
Marcha Kids:
Cerca de uma hora antes do início oficial do evento, aconteceu a Marcha Kids, onde crianças puderam seguir o trajeto em companhia de seus pais, e a Marcha Baby, na qual as mães seguiram com bebês nos carrinhos. De acordo com a organização a segurança das crianças foi mantida por um cordão de seguranças, que seguiu ao redor do bloco.
A caminhada:
Em seu discurso de abertura da marcha, o organizador do evento, bispo Estevam Hernandes, destacou o crescimento do número de evangélicos no Brasil, divulgado por dados do IBGE. Ele disse que a expectativa é de que, até 2020, os evangélicos, que hoje representam 22% da população brasileira, devem se igualar em número aos católicos. Os participantes da marcha percorreram as principais avenidas da capital paulista a partir das 10h da manhã. A concentração começou às 6h da manhã na Praça da Luz, junto à Avenida Tiradentes, de onde a multidão seguiu acompanhada de 15 trios elétricos até a Praça Heróis da FAB (Força Aérea Brasileira). Na praça, localizada na Zona Norte da cidade, foi montado um palco que recebeu diversos shows de música gospel, que animaram os participantes até a noite.
Shows:
No final da caminhada o palco montado na Praça dos Heróis recebeu 34 as apresentações de artistas da música gospel. Entre elas, as bandas Baque, Ao Cubo, Asaph Fernandes, Kleber Lucas, Inesquecível, Jotta A, Katsbarnea, Mariana Valadão, Onix 46, Renascer Praise, Soraya Moraes, André Valadão, Talita Pagliarin, Banda Dopa, Thalles Roberto, Diante do Trono, Regis Danese, Davi Sacer, Pedras Vivas, Dj Alpiste, Asaph Borba, Aline Barros, Cassiane, Jamily, Scooby, Carlinhos Felix, Lauriete, Tempero do Mundo (banda do senador Magno Malta), Som e Louvor, Liz Lanne, Eyshila, Irmão Lázaro, Bruna Karla e Fernanda Brum. 
A cantora Cassiane, uma das atrações que se apresentou no palco da Marcha, afirmou que o evento é um ato profético, em prol do país.
- A Marcha para Jesus 2012 é um ato profético. Já participei de mais de dez edições. O povo de Deus sai às ruas profetizando por toda cidade e não é só por São Paulo e sim pelo Brasil inteiro. É um ato profético então, há uma responsabilidade muito grande de todos que participam da Marcha direta e indiretamente. A minha preocupação é ser boca de Deus também para abençoar esse povo que já está abençoando toda a nação – afirmou a cantora.
Outro cantor a se apresentar foi Thalles Roberto, que disse amar a Marcha. Em sua segunda Marcha para Jesus, ele afirmou ter superado suas limitações físicas para comparecer ao evento, e concluiu sua apresentação resumindo a experiência em duas palavras: “Muita pressão”.
Participante das três últimas edições da Marcha em São Paulo, o Irmão Lázaro reforça o poder da unidade da igreja no evento. Segundo ele, Deus o está tratando para arrancar aplausos para Ele desde quando ele se converteu. O cantor destacou também a diferença da Marcha em relação aos eventos que participou durante sua carreira com o Olodum.
- Quando as pessoas se reúnem em seu nome traz uma energia que te destrói, você passa a viver em função de você mesmo. Estar em um evento que o centro é o Senhor é um tratamento para a alma – disse o cantor.
Cleber, integrante do Ao Cubo, outra atração do evento, afirmou o impacto das apresentações para evangelização.
- Tem um monte de gente que não conhece a Jesus e trouxe um camarada para ouvir um rap, nós não viemos fazer som para religioso, nós viemos pra fazer a diferença, pois somos sal da terra – disse o rapper.
Políticos também marcaram presença na Marcha:
O evento contou também com a participação de nomes conhecidos do cenário político nacional, como o senador Magno Malta que afirmou que a Marcha “é um grande instrumento de Deus nesta terra”. Ressaltando que a marcha é um reflexo do crescimento da igreja evangélica no país, Malta falou também da importância de sua participação no evento afirmando: “é aqui que eu me habilito”.
- A Marcha deveria acontecer todos os dias, mas, infelizmente, sabemos que isso não é possível – destacou ainda o senador.
O senador e ministro da Pesca, Marcelo Crivela, também esteve presente no palco da Marcha. O senador, que é bispo da Igreja Universal, afirmou que o crescimento no número de evangélicos no país é fruto de um intenso trabalho de pastores e líderes, e que a Marcha tem destaque nesse trabalho.
- Se você olhar de maneira profética, Deus está falando através da Marcha. Em suas últimas palavras, Jesus disse que o Evangelho chegaria a todas as nações da Terra. Tenho uma convicção e uma esperança de que o povo de Deus unido no Brasil evangelizará, não só o nosso país, mas todo o mundo – afirmou o político, que levou ainda um recado da presidente Dilma aos presentes.
- A presidente Dilma mandou um abraço e votos para que a Marcha seja de paz, alegria e bênção para o Brasil – anunciou Crivela.
O organizador do evento, bispo Estevam Hernandes, negou qualquer conotação política do evento, e ressaltou o fato de não ter recebido nenhum candidato no palco.
- A marcha não traz no seu bojo nenhuma conotação política. Então fizemos com que nenhum candidato viesse. Cada um tem liberdade de marchar no meio do povo. Mas, no palco, não tivemos nenhum por decisão da marcha – disse o líder da Igreja Renascer, segundo o Estadão.
De acordo com apóstolo Estevam Hernandes, essa é a maior Marcha para Jesus de todos os tempos.
- Sabemos que se trata de um evento espiritual porque não há declínio. Acreditamos que a Marcha é a expressão do crescimento do povo de Deus no Brasil como foi revelado pelo censo e cresceremos até onde Deus quiser – afirmou o presidente da Marcha neste sábado.
A Marcha para Jesus foi destaque nas redes de televisão, jornais e outros meios de comunicação por todo o Brasil.
Fonte: Gospel+ / Web Radio Casc.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário