segunda-feira

Chuvas fazem 4 reservatórios sangrar, mas três estão abaixo de 5% dos seus volumes de água

Dos 121 reservatórios monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), quatro estão sangrando. A Aesa alertou a Defesa Civil Estadual para pancadas de chuvas de intensidade moderada à forte, em áreas do Litoral, Agreste e Brejo paraibano.
Mesmo com essas precipitações, três barragens estão em situação crítica, com volume menor que 5% de sua capacidade de armazenamento.
Estão sangrando: em Araçagi, a barragem que leva nome da cidade; no Conde, Gramame-Mamuaba; em Mamanguape, Jangada; e em Mari, Olho d'água.
Em situação crítica estão os reservatórios: Ouro Velho, no município de mesmo nome; São José IV, em São José de Sabugi e São Francisco II, em Teixeira, todos localizados no Semi-árido paraibano.
Desde o início do inverno, a Defesa Civil monitora chuvas no Estado. Para esta segunda-feira (02), o deslocamento de nebulosidade do oceano Atlântico em direção ao continente volta a deixar o tempo instável, com ocorrência de chuvas sobre o setor leste paraibano.
Segundo informações da Aesa, deve chover nas próximas 24 horas e durante os próximos dias no Agreste, Brejo e Litoral. O acumulado das últimas 24 horas, em João Pessoa, é de 67 mm.
Para o Litoral paraibano, a nebulosidade varia com ocorrência de pancadas de chuva a qualquer momento; no Brejo e Agreste, o céu está encoberto com ocorrência de chuvas; no Cariri/Curimataú o céu está parcialmente encoberto com chuvas isoladas; no Sertão e Alto Sertão o céu está apenas encoberto. A previsão de temperatura mínima é de 17ºC, no Cariri, e máxima 33ºC, no Sertão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário