terça-feira

Câmara de João Pessoa terá no mínimo 30% de novos vereadores

Aumento nas vagas para vereadores da Capital será de mais de um terço na próxima legislatura

Mesmo com a maiorias dos vereadores de João Pessoa entrando na briga para tentar a reeleição, a Câmara Municipal terá, no mínimo, um terço de novos parlamentares na próxima legislatura. Ao menos três parlamentares já estão fora das projeções para a Casa.
 
O vereador Pastor Edmilson (PRB), indicado pela Igreja Universal do Reino de Deus, não concorre a reeleição, a IURD decidiu colocar outro pastor na corrida por uma vaga no legislativo municipal. 
 
Tavinho Santos (PTB) concorre a vaga de vice-prefeito na coligação do PMDB e também ficará fora do parlamento em 2013.
 
O vereador Geraldo Amorim (PDT) teve sua candidatura a prefeito retirada pelo partido e anunciou que não irá disputar uma vaga na Câmara. O parlamentar defende que os legisladores só possam ter dois mandatos consecutivos em cada cargo.
 
Além dos três vereadores que não retornarão para o parlamento em 2013, seis novas vagas devem ser ocupadas pelos eleitos em 7 de outubro. Acontece que a CMJP passará de 21 para 27 vereadores no próximo ano, sendo assim, mais de 1/3 da Casa será de novos parlamentares. 
 
Quem também já enfrenta dificuldade em retornar a Câmara é o vereador Bira (PSB), ele busca na Justiça o direito de ser candidato. O parlamentar teve legenda negada pelo seu partido.
 
 
Com essas mudanças, no mínimo, um terço dos vereadores da próxima legislatura não estarão entre os reeleitos  e o número de novatos pode ser ampliado de acordo com o resultado das urnas que apontará quantos dos atuais vereadores retornarão em 2013.
 
casc-pb

Nenhum comentário:

Postar um comentário