terça-feira

Léo Moura do Flamengo é batizado nas águas de igreja evangélica batista

O jogador do Flamengo Léo Moura, 33 anos, o novo evangélico, se batizou neste sábado, nas águas da igreja Batista, num sítio em Pedra de Guaratiba.
 
“Foram 33 anos da vida antiga e daqui para frente é uma vida nova. Espero que seja melhor do que antes. Não posso reclamar da minha vida antes da Igreja, mas espero que daqui por diante seja melhor, junto à minha família”, disse Léo Moura, logo após o batismo, segundo o jornal O Dia.
O lateral, que diz ter entregue a sua vida nas mãos de Deus, não segurou a emoção e nervosismo na hora do batismo e parecia como se estivesse se preparando para entrar nos gramados.
No culto que antecedeu à cerimônia, Léo Moura não conteve as lágrimas ao falar em um depoimento emocionado sobre uma profecia que recebeu em uma tarde de autógrafos, de que Deus faria uma grande obra em sua vida.
“Graças a Deus nunca tive uma vida ruim, mas nunca fui feliz como sou hoje. Uma vez, em Brasília, numa tarde de autógrafos num shopping, havia uma fila com mais de mil pessoas. Duas senhoras se aproximaram, e uma falou: ‘Não vim pegar autógrafo ou tirar foto. Vim lhe dizer que Deus tem uma grande obra para a sua vida’. Hoje, tenho certeza que essa obra vai se realizar. Não quero mais largar essa vida”, discursou Léo Moura, emocionado.
Durante a cerimônia de batismo nas águas, Léo andou em fila em direção à piscina e ao entrar nas águas ele confirmou que sim acredita e aceita que “Jesus é o único e suficiente salvador”, onde logo em seguida chorou novamente.
Dias antes de seu batismo, o jogador do Flamengo veio revelando sonhos de premonições o que o fez se aproximar mais da igreja evangélica. Moura sonhou que corria e marcava um gol durante os jogos da Libertadores. Depois, em seu jogo com o Emelec, seu sonho se tornou realidade.
“Tive várias revelações, isso me aproximou ainda mais da igreja. Na Libertadores, na noite anterior ao jogo com o Emelec, eu tive um sonho onde via muitas pessoas orando por mim, eu corria em direção ao gol e marcava. Na primeira bola do jogo, eu fiz como estava no sonho. Aquilo era uma mensagem de Deus que se realizou”, disse ele, segundo a Globo.
Léo já frequentava a igreja, mas decidiu se comprometer mais em sua fé, onde veio a decidir pelo batismo. Ele atende à Igreja Batista Central da Barra (IBC), cujos pastores são Emerson Pinheiro e sua esposa Fernanda Brum.

Fonte: Christian Post

Nenhum comentário:

Postar um comentário