segunda-feira

Veja o release do primeiro CD do irmão Marcello Augusto

Marcello Augusto

Independente, o irmão lançou o CD Tributai em janeiro de 2011.


Fruto de suas experiências com Deus como Músico, Ministro de Louvor e após um período de trabalho Missionário no Haiti nos anos de 2006 e 2007, Marcello Augusto materializou em forma de canções as inspirações que o Senhor lhe dera ao longo desta jornada , gravando o seu primeiro projeto, “Tributai”.

O álbum tem Produção Executiva e Musical do próprio irmão, que compôs ainda todos os arranjos, exceto metais, que são de Ademir Júnior, acompanhado pelo renomado trompetista Moisés Alves o “Paraibach”, conhecidos por produzir e acompanhar grandes nomes da música secular e gospel do Brasil como Djavan, Leila Pinheiro, Jorge Versilo, Igreja Batista Ebenézer BSB, Diante do Trono e outros, juntos executaram os metais que abrilhantam o instrumental do CD. As guitarras foram concebidas em parceria com Bruno Albuquerque, outro grande nome brasiliense.

O projeto foi lançado em Janeiro de 2011, mixado e masterizado por Marcello em parceria com um grande profissional de Brasília, Deniel Moraes contendo 08 faixas, de letra e música 100% autorais.

Destacam-se no projeto as canções Tributai, baseada no Sl 29. Louvado seja, uma canção que exprime simplesmente Adoração ao Rei de forma poética, e Santuário, baseada nos textos de 1 Cor 3-16 e 6-19, cântico este que expressa uma oração de clamor interior do nosso Ser por tornar-se a cada dia, mais e mais a habitação do Espírito Santo.

As canções de Tributai passeiam por vários estilos musicais, trazendo uma roupagem congregacional em cada faixa, exprimindo de forma simples o melhor do Louvor & da Adoração ao Senhor Jesus.

O projeto Gráfico é assinado pelo próprio Marcello Augusto junto a Tiago caldas.

FAIXAS DO CD

01. Tempo de Celebrar
02. Quão Agradável
03. Tributai
04. Se não fora o Senhor
05. Perfeito Amor
06. Santuário
07. Louvado Seja
08. Jamais Terá Fim

Contatos : (61) 8192-2526 / e-mail: tributai@hotmail.com
Site oficial: (clique aqui)Twitter: @MarcelloAug

Nenhum comentário:

Postar um comentário