segunda-feira

Diga não a religiosidade


 




Leitura Oficial: Lucas 1: 26 – 35
E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria.

E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.

E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta.
Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus.

E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e por-lhe-ás o nome de Jesus.
Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai;
E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.

E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum?
E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.

Em João 1 verso 3, diz: Todas as coisas foram feitas por intermédio Dele, do Deus Filho. Tudo foi feito por Ele e para Ele, o verbo que estava com Deus. O sol, a lua, as estrelas, o paraíso, o mar, os céus, todas as coisas foram feitas por intermédio Dele.

João 1: 1-3:
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus.

Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.
Então o mar, a lua, tem dois mil anos? Não. Mas Jesus não comemora dois mil anos? Mas Jesus existe muito antes de Adão.

Algum homem veio ao mundo, surgiu, nasceu, antes de Jesus existir? Não. Ninguém. Então como explicar que Jesus saiu do ventre de uma jovem mulher virgem, simples, camponesa? Tudo foi feito por intermédio Dele e para Ele, Jesus. O Pai proporcionou isso ao Filho, homenageou e glorificou ao filho.

Religiões não ensinam isso, pelo contrario, há religiões que colocam Maria acima dele. E como pode se ele está acima dela? “Mas ele nasceu dela”. Pois é, até nisso ele nasceu grande, porque alguém que podia segurar o universo na sua mão flutuou durante nove meses no ventre de uma mulher virgem. Estava do lado do Pai quando tudo foi feito, fazendo o sol, a lua, a Terra, os homens e tudo o mais que existe, o tanto que Ele teve que diminuir para nos alcançar.

Lá em Isaias 40, verso 17, a bíblia diz que todas as nações do mundo são para ele como um pingo que cai de um balde. Só assim para entender o amor de Deus, o quanto somos valiosos para Deus, o quanto você que está nas drogas, no alcoolismo, na prostituição, derrotado, prostrado em casa ou no hospital, veja a importância que você tem para Deus.

Quem já carregou agua em balde? Quando cai um pingo, você vê baixar o nível da agua de dentro? Claro que não. Esse é Deus. E o que ele fez?

Isaias 40: 17: Todas as nações são como nada perante ele; ele as considera menos do que nada e como uma coisa vã.

Ele podia segurar o universo na mão, mas por minha causa, por sua causa, por causa de toda gente, ele diminuiu, diminuiu, diminuiu e entrou no ventre de uma virgem e ali flutuou por nove meses.

Ele veio sujeito às mesmas paixões que nós, veio para sentir a nossa dor, a nossa humilhação, nossa sede, nossa fome, para ter as mesmas tentações que temos durante a vida, porém, sem pecar. Ele nunca pecou.

Todos nós já pecamos, todo mundo pecou, todos pecaram, menos ele. Ele era um homem como a gente, ia ao banheiro, tinha fome, tinha sede, chorava, tinha tristeza, mas ele não pecou. Se ele pecasse, eu e você não teríamos oportunidade, porque só um cordeiro puro, sem defeito, sem maculas, podia nos purificar.
Ele não podia ter manchas. Agora, o quanto ele teve de diminuir…

Eu e você, nós não aceitamos diminuir, somente ser exaltado. Não aceitamos ser humilhados, nos magoamos, nos ressentimos, fechamos a cara, nos aborrecemos.
Se alguém é corrigido em uma igreja “não vou mais naquela igreja”. Jesus diminuiu, diminuiu e entrou no ventre de uma mulher por nossa causa. O maior milagre que a Terra já viu não foi a ressurreição deste ou daquele, foi o nascimento de Jesus.

Porque como pode um ser tão grande, tão majestoso…
Fico imaginando Maria, a moça virgem, pura, caipirinha, tomando nos braços o filho, ao mesmo tempo que ela olhava e dizia “meu filho”, o Espírito Santo testificava “Meu Senhor, meu Rei” e por fim ela dizia “Meu Salvador”. E tem alguns que não veem à igreja pela simplicidade dela, não aceitam a humildade, porque o templo não é de mármore, de pedras lapidadas.

Você acha que Deus entra no nosso templo, seja ele caro ou humilde? Não se considere melhor do que Deus, porque Ele entra e não há alguém mais importante que Deus.
Sou azedo com algumas pessoas porque não aceito quando alguém se coloca acima Dele.
Lembra o que Natanael falou? Pode sair alguma coisa boa de Nazaré? Era uma cidade pequena. O que na sociedade não tem muita importância, tem importância para Deus.

Maria, a simples mulher, ouvindo o proposito de Deus dizia “isso é impossível, não pode ser”, mas o anjo dizia “pelo Espírito Santo, pelo Dedo de Deus, pode”. É como se ele dissesse para nós que os impossíveis de nossa vida serão realizados pelo Dedo de Deus, que é o Espírito Santo.

Uma vez viram Jesus realizando maravilhas, expulsando demônios e curando enfermos, disseram “ele tem um demônio maior que é belzebu” e Jesus disse não. Demônio não faz milagre. Essas coisas são feitas pelo Dedo de Deus.

O nascimento de Jesus foi um milagre, não de Maria ou de homem algum, foi um milagre de Deus, que sendo seu filho maior do que tudo, diminuiu e veio flutuar no ventre da virgem. A lição, o ensinamento é diminuir, se esvaziar, para se tornar grande.

A bíblia diz que hoje, foi dado a Ele o nome que está acima de todos os nomes e todo o poder está nas mãos Dele. Não há dois reinos nem dois reis, o reino dele é eterno e reinará para sempre. Então, só será salvo quem entender o milagre do nascimento de Jesus, entender, aceitar que ele veio ao mundo exclusivamente por nossa causa.

Não veio para curar ou para enriquecer, porque esse negócio de cura, conquista disso e daquilo, realização deste ou daquele sonho, isso é consequência desta aliança, faz parte da vida abundante, mas o crente objetivo, a grande razão da vinda de Cristo, do nascimento de Cristo, o quanto ele teve de diminuir, tudo isso é para que eu e você alcancemos a vida eterna, a salvação.
Só faltava alguém que pode colocar o universo na palma da mão descer para te conceder iates e carros importados, só faltava essa. Eu me magoo quando vejo igrejas e líderes religiosos colocando essas coisas diante de Deus.

Imagine você se Jesus diminuiria tanto, depois de nascer, sofreu todo tipo de humilhação, tentações e sofreu diante daqueles que não eram nada diante dele, diferente de nós, que somos humilhados por alguém mais forte, ele suportou tudo por amor àqueles que humilhavam ele e a nós, por amor ao homem. Esse é o significado do nascimento, da vinda de Jesus.

Muito melhor do que fazer festa com vinho, com banquetes, é reconhecer o sacrifício, o quanto o senhor se esvaziou, se despojou, diminuiu para que nós pudéssemos ser grande como ele, para termos a esperança de vida eterna, da salvação.

Maria não entendeu, assim como muitas pessoas, mas era possível, porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas. Maria, que era crente, uma jovem mulher de Deus, ficou em duvida.

Era a primeira vez na historia da humanidade, uma mulher conceber sem um homem. Naquela época, era impossível. Quantas promessas o anjo fazia a Maria? Uma. E por que ele se expressa no plural, todas as suas promessas? Porque hoje ele fala para nós, que tudo o que Deus prometeu para nossa vida acontecerá.
Mas é preciso que venhamos a entender o valor da vida dele, do sacrifício dele pela nossa vida. Temos de viver nos despojando, sacrificando nossa vida no sentido de resistir ao pecado e às tentações.
O ser humano precisa viver assim.

Muitas igrejas falam de sacrifício, principalmente de dinheiro, mas não ensinam do sacrifício verdadeiro, do sacrifício de Jesus.

Vocês se lembram da passagem em que João cortou a orelha do soldado? Jesus pegou do chão e colou de volta. Existe isso? Todos viram, mas mesmo assim o levaram preso.

Muitos dizem “não é possível, tantos milagres e fecham a igreja?” Mas com Ele foi parecido. Se sou eu que estivesse para prender o homem e visse o milagre, sairia correndo. O diabo cauteriza os corações.

Mesmo aqui vemos muitos dizendo que antes não gostavam desta obra. Se você hoje reconhece o poder de Deus, é porque Deus está abrindo seus olhos.

Certa vez um pastor veio ao templo e provocou que haviam seguranças, disse a ele que até Jesus andava. Ele ficou sem responder, teve de reconhecer, Jesus tinha seguranças ou o povo o matava ou os esmagava.
Ele então questionou se eles andavam armados e eu disse que se não andavam, a bíblia de Pedro era muito afiada, porque cortou a orelha do soldado. Jesus tinha doze seguranças, um só não era confiável não.

Qual a arma mais sofisticada da época? A espada, que era a que eles usavam. Há uma passagem que Jesus instrui a todos a levarem suas espadas. Ainda perguntei mais: você acha que Pedro golpeou a orelha ou a cabeça do soldado? E ele não errou, o poder de Jesus desviou a espada. Digo mais, poderia desviar todo o golpe, mas desviou pouco para poder dizer “estou deixando vocês fazerem isso comigo, mas quem manda sou eu”. Jesus mostrava que se quisesse, não o prenderiam, não o matariam, não o humilhariam, mas permitiu isso porque queria nos salvar.

“Eu deixo que façam isso comigo por vocês, porque amo a humanidade”. Nunca mais esse pastor veio discutir comigo. Ele ainda vem até a igreja aqui, se converteu conosco. Eu admito, quem vier me provocar, vai me ouvir, ouvir da palavra de Deus.

Em outra vez, Jesus pregava e alguém o alertou que Herodes vinha para pega-lo. Jesus respondeu assim “diga àquela raposa que hoje e amanhã farei milagre aqui e ninguém toca em mim, só quando meu Pai autorizar”. Chamou de raposa, um bicho traiçoeiro. Um animal que espera os outros animais caçarem para roubar deles a carne.

Entenda uma coisa, ele é dono de tudo, é maior e mais importante que todos. Diminuiu e entrou no ventre de uma mulher para nos dar a chance da vida eterna. Tanto sofreu e é difícil convencer o mundo.

Mas Deus tem sido generoso comigo, porque ele me deu um ministério que antes da palavra dá um choque de fé. E este ministério tem o privilegio de se provar, de independer de palavras.

Jesus é o bem maior que um homem pode ter, maior que família, bens, dinheiro, de tudo. Qual sua reação sobre isso? Não adianta uma vez por ano eu comemorar o “Natal”. Depois vão malhar o Judas nas ruas.
Judas traiu uma vez, mas muitos que malham, traem direto. Converta-se a Ele para alcançar o reino eterno.
Pensamos nos milagres que Deus nos fez e muitas vezes nos questionamos se Deus fará mais no ano seguinte, mas lembrem-se, ele é fiel em suas promessas. Por um período de tempo, Jesus abriu mão de tudo por nossa causa.

É tão difícil abrir mão de alguma coisa, imagine do poder. Nunca havia sido humilhado, sofrido. Quem é o homem? Já diz o salmo 8: quem é o homem para que o Senhor se lembre dele? Mas ele renunciou tudo.
Saia das drogas, saia do crime, saia da prostituição, saia do engano, troque a religiosidade pela conversão em Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário