terça-feira

Morre gari ferido após caminhão coletor de lixo tombar


Lindenberg da Silva Massau, de 41 anos, sofreu traumatismo craniano e não resistiu aos ferimentos. Ele passou cinco dias internado na UTI.


 
Morreu no último domingo uma das vítimas do acidente com o caminhão da coleta de lixo que tombou há uma semana na BR-230, em Campina Grande. O gari Lindenberg da Silva Massau, de 41 anos, sofreu traumatismo craniano e não resistiu aos ferimentos. Ele morreu, após ter passado cinco dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Antônio Targino (HAT).

O acidente deixou outros três feridos. O gari José Expedito Gomes, de 49 anos, sofreu fraturas pelo corpo e foi submetido a uma cirurgia no HAT, mas não sofre risco de morte e recebeu alta durante o final de semana. Lindenberg e Expedito foram feridos com maior gravidade, já que viajavam na parte de trás do veículo.

Já o motorista do caminhão, Pedro Leonardo Ferreira, de 27 anos, e o ajudante que seguia ao lado dele no banco do carona, José Júnior Tomás Ferreiras, de 19 anos, sofreram ferimentos leves e foram liberados no dia do acidente após terem sido atendidos no Hospital de Trauma de Campina. O acidente aconteceu no dia oito desse mês, na Alça Sudoeste, próximo ao trecho que dá acesso ao Distrito Industrial. O caminhão tombou enquanto a equipe de limpeza seguia em direção ao lixão do município.

CASC-PB/NOTICIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário