sábado

Jovem achada morta em granja tem sinais de estupro, diz PM

Nacélia Camilo Gerônimo foi encontrada pelo pai já sem vida, no fim da tarde da sexta-feira (18).

A 2ª Companhia de Polícia Militar de Mamanguape divulgou neste sábado (19) que a jovem de 19 anos encontrada morta em uma granja no Litoral Norte da Paraíba apresentava sinais de abuso sexual, além de cinco perfurações na cabeça e marcas de estrangulamento. O corpo de Nacélia Camilo Gerônimo foi achado na tarde da sexta-feira (18) no município de Mataraca, localizado a 93km de João Pessoa.

Nacélia foi encontrada pelo próprio pai em um matagal na granja onde ele trabalha como caseiro. De acordo com a polícia, o principal suspeito de ter cometido o crime é o vaqueiro do sítio, que também é cunhado da vítima. Ele é considerado foragido. As primeiras informações da polícia eram de que o suspeito seria o proprietário do espaço.
O corpo da jovem foi encaminhado na sexta-feira (18) à Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) de João Pessoa, onde foram realizados os exames que confirmariam se a jovem de fato sofreu abuso sexual. Os laudos ainda não foram divulgados. De acordo com o Gemol, o corpo de Nacélia foi entregue à família nesta manhã. O enterro da jovem está previsto para acontecer ainda neste sábado.

CASC-PB/NOTICIA

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário